Bon Appétit

Massa gravata ao molho de shitake

Massa gravata, aquela em formato de gravatinha sabe? Esta entre as minhas massas preferidas (sim tem as que eu não curto, tipo a parafuso). E quando tenho ela em casa sempre penso em um molho beeeeem gostoso, porque eu acho que ela merece só por me fazer feliz 😀

Então em um sábadão desses preparei a massa gravata com um molho de shitake que GENTE! GENTE! GEN-TE!! Ficou muito topíssima essa massa, sério, vocês precisam fazer! A receita é tranquila e quem sabe com um pouco de criatividade você pode adaptar para o seu gosto, colocar um mignon no lugar do shitake pode ser uma boa para os carnívoros.

Criei o prato na hora com o que eu tinha na geladeira, então ja sabe né? Como toda receita minha aqui, fique a vontade para adaptar, substituir, trocar, ou criar uma nova HAHAHA

Para os ingredientes do molho usei:

  • 200 gr de shitake (só ele refogado na manteiga já é um negócio dos Deuses)
  • 1/2 cebola roxa  (essa quantidade porque eu tinha metade mesmo na geladeira e foi suficiente)
  • 1/2 Pimenta dedo de moça (até ia colocar inteira mas essa pimenta tava ó do #$@%!*)
  • 1 colher de sopa de manteiga (porque manteiga é amor)
  • 1 colher de chá de azeite de oliva (pra ajudar a nossa amiga manteiga a não queimar rapidão)
  • 200ml leite (poderia ser água? sim, mas queria leite)
  • 1 colher sopa amido (ele ajuda a fazer a mágica do molho encorpado sabe?) 
  • 100gr creme de leite (cremosidade né mores)
  • 1 xícara de vinho branco seco (um toque de acidez OLHA ELAAA porque não?)
  • sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto (o suficiente para dar sabor, mas sem exageros)

Para a massa:

  • 3 xícaras de massa gravatinha
  • 500ml água
  • Sal a gosto

Preparo:

MASSA: coloque a água para ferver (se tiver dúvida da quantidade de massa x água, dá uma espiada na embalagem ou aqui nesse vídeo) e quando borbulhar coloque o sal. DICA: a água da massa precisa ser salgada como a água do mar e o sal deve ser adicionado depois que ela ferve. Água fervendo e salgada é a hora da massa, cozinhe pelo tempo indicado na embalagem mas tire um pouquinho antes porque ela vai terminar de cozinhar no molho.

MOLHO: Enquanto sua massa cozinha faça o molho. DICA: Separe e corte os ingredientes antes de colocar a massa para cozinhar, assim agiliza o preparo do seu molho e tudo ficará pronto no tempo certo. Aqueça uma frigideira grande e coloque a manteiga e o azeite para derreter, com o shitake (fatias), a cebola e a pimenta (cubinhos pequenos) devidamente cortados, refoque tudo junto na manteiguinha até dourar. Enquanto eles douram, misture o amido de milho no leite, reserve. Volta pro refogado, adicione o vinho, depois o creme de leite, e por último o leite com o amido. Não pode parar de mexer para não virar um monte de bolinhas, precisa ficar cremoso. Se achar grosso demais adicione um pouco da água do cozimento da massa. Pode temperar com sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto.

JUNTA TUDO: Com a massa al dente, retire da água e coloque na frigideira para misturar com o molho. Salpique um verdinho por cima porque é vida e até um parmesão ralado, fica ótimo.

Fácil né? O importante é ler o passo a passo antes, se organizar na cozinha que dá certo. Essa receita alimentou duas pessoas famintas e sobrou um pouquinho para uma marmita <3

Curtiram? Ficaríamos muuuito felizes se fizessem e postassem nos marcando nas redes sociais 😀

Beijos, Camila

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta