Saúde e Beleza

Corpo | O dia que decidi mudar!

Mulheres vivem em guerra com o corpo, cada uma com a sua “nóia” especial. Eu realmente admiro quem só vive e é feliz sem preocupações, mas não sou assim, tem dias que desencano mas na maioria vivo insatisfeita e fazendo ranking dos defeitos. Mas hoje tenho motivos maiores para começar mudanças na rotina, motivos que vão além de beleza e me levaram a tomar uma atitude responsável e desafiadora.

Emagrecer nunca foi fácil pra mim, mas até os 17 anos a rotina era mais leve e a atividade física também mais constante, logo o que comia se queimava com facilidade e ficava tudo certo. Outra que eu não era uma adolescente de comer besteiras, essa fase chegou tarde pra mim, e infelizmente naquela hora que seu metabolismo já não funciona mais a todo vapor. Juntando alimentação errada + sedentarismo + metabolismo lento e estresse, fui agraciada com 14kg a mais do que meu corpo estava acostumado, e ai começou a bagunça no organismo.

Há um tempinho fiz um post em forma de desabafo que pode ser visto aqui e isso me ajudou a continuar, por isso decidi também compartilhar no blog e quem sabe motivar outras pessoas. Hoje eu só quero ajudar meu organismo a se reestabelecer, ficar saudável de novo, tenho o sonho de ser mãe também e emagrecer é uma dos requisitos para isso acontecer, além de outros pontos que precisam dessa mudança para acontecer.

No dia 26/01/16 fui em uma consulta com a nutricionista Giselle Bittencourt em Joinville, ela atende na clínica Depele. Mas em outubro de 2015 eu já sabia através de resultados de exames solicitados pelo Ginecologista, que eu tenho ovários policísticos e que a Prolactina estava totalmente alterada por consequência do SOP, essa combinação é ruim tanto para quem quer engravidar quanto para quem quer emagrecer.

Ovários policísticos: Interfere na ovulação em virtude do desequilíbrio hormonal que leva a formação de cistos, cistos estes considerados normais desde que eles se desfaçam no final de cada ciclo. Prefiro que você busque orientação médica, mas alguns dos sintomas de quem tem SOP e que me atingem são: queda de cabelo, pele oleosa e aumento de peso por conta do excesso de insulina no sangue, um hormônio anabólico que favorece o estoque de gordura ao invés da queima. Tem também a dificuldade para engravidar, mas ainda não estamos tentando, então não posso dizer que ter SOP hoje seja um problema nesse sentido, mas precisa ser tratado para o futuro.

Para não deixar o post muuuuito gigante, vou resumir falando que: preciso tratar o SOP e também corrigir muitas coisas na alimentação que influenciam em resultados melhores do que eu apresento hoje (percentual de gordura alto, baixo gasto calórico, retenção de líquido). Vou deixar uma tabela para acompanharem a evolução a cada consulta, esses números são de 26/01/16 e também com um pouco mais de coragem umas fotos.

Nessas primeira fase a orientação da Nutri foi desintoxicar, pra limpar o organismo de tudo que fazia mal. A aposta é que nessa fase a retenção já vá se despedindo e o SOP ela vai tratar com alimentação, mas continuarei com as orientações também no meu Ginecologista.

Nós não fazemos ideia do quanto nos alimentamos mal, e que não é só a obesidade consequência, tem muita gente magra e doente por ai e se enganando, o Aspartame por exemplo é um veneno para o organismo por multiplicar as células de gordura no corpo, e como é um adoçante “barato” a indústria entope nosso sangue com esse veneno colocando nas versões lights e diets dos alimentos: refrigerante zero, chicletes sem açúcar, iogurtes, gelatinas zero, sucos e chás de caixinha e pacotinho. Não se engane, leia os rótulos e se interesse pelo o que consome, o adoçante mais saudável hoje é o Stévia. 

*Data:26/01/16*
Peso: 69kg
% de Gordura: 37.3
% de Hidratação (retenção): 47
% de Massa ossea: 11
% de Massa magra: 30.5
Gasto energético: 1.290 (muito baixo)
Circunferência abdominal: 88/90
Cintura: 79
Quadril: 106.5 (é mais que a loira do Tchan gente!)

corpo mudanças

Por enquanto a alimentação tem baixíssimo carboidrato, frutas nos lanches sempre acompanhados de castanhas, muita salada verde, legumes e alguns itens que substituem a carne vermelha quando falamos em nutrientes, já que a pessoa aqui não é apreciadora de carne. Mas ó minha vitamina B12 ta sempre boa heim \o/ Chocolate só um quadradinho daquele 70% cacau depois do almoço, sucos naturais e sem açúcar e sempre no jantar, sucos detox no desjejum e alguns itens mais naturais também entram: pssylium, amaranto, quinoa, chia. Essa combinação vai ajudar bastante a desinchar e limpar o organismo, preparando para a reeducação alimentar.

Gente, não vou detalhar dieta aqui nos posts, procurem orientação de um profissional porque o que é bom para mim pode não ser para você 😉

Beijos, Camila.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply Jonathan Willian Pirovano 10 de fevereiro de 2016 at 20:37

    Camila o que mais vai te trazer resultado no longo prazo vai ser trazer teus niveis de prolactina pra normalidade, senão a dieta não vai ser muito eficiente, fala com tua Ginecologista, normalmente eles passam um medicamento pra isso, dostinex se não né engano

    • Reply Amoras e Amores 10 de fevereiro de 2016 at 22:13

      Oii, então já estou em tratamento com o Ginecologista para regular a Prolactina, o que eu tomo é o Carbetrix e essa semana tive resultado positivo já no exame 😀

    Deixe uma resposta